There are days when I am normal. And then there are ordinary days… of pure and complete insanity…

Últimas

Recomeço

Cá estou eu de volta a este pequeno canto de desabafo. Não sei por quanto tempo, não sei como, mas estarei aqui dividindo meus medos e minhas frustrações. Meus talentos e meus limites.

Se quiser me conhecer, leia.

Anúncios

Soneto de devoção

Essa mulher que se arremessa, fria
E lúbrica aos meus braços, e nos seios
Me arrebata e me beija e balbucia
Versos, votos de amor e nomes feios.

Essa mulher, flor de melancolia
Que se ri dos meus pálidos receios
A única entre todas a quem dei
Os carinhos que nunca a outra daria.

Essa mulher que a cada amor proclama
A miséria e a grandeza de quem ama
E guarda a marca dos meus dentes nela.

Essa mulher é um mundo! – uma cadela
Talvez… – mas na moldura de uma cama
Nunca mulher nenhuma foi tão bela!

Vinícius de Moraes

A insanidade começa…

Porque chega uma hora em que as mudanças são mais que necessárias. Em que a loucura nossa de cada dia precisa ser perdoada. Em que é preciso acreditar que é possível.

Days of Insanity

Inicio os trabalhos aqui nesse espaço hoje. Meu antigo blog, Caleidoscópio, ainda vai estar no ar por algum tempo. Depois pretendo ir passando tudo pra cá aos poucos.

Avisa lá que eu tô voltando!

.
Demorou, mas tô voltando!
.

.
A verdade é que a vida nos coloca à prova a cada passo que damos.
Somos testados desde o nascimento com situações cada vez mais difíceis. E, na maioria das vezes, conseguimos nos sair bem.
Mas e quando não passamos no teste?
É aí que a mágica acontece!
Quando a vida nos reprova é que aprendemos a viver de verdade. Os erros nos ensinam a saber lidar com o fracasso e a evitar que ele aconteça novamente.
.

Você chegou


.
Você chegou
e transformou minhas lágrimas em esperanças
Fez com que eu pudese enxergar o sol com mais gratidão
Pude perceber que ainda estava viva e que ainda precisava de amor.
.
Você chegou
e meus sonhos se tornaram realidade
Meu pranto desapareceu e pude ver a vida com os olhos abertos,
pois não estava mais chorando.
.
Você chegou
e me ensinou que o amor é uma coisa boa,
que nem sempre nos faz sofrer
e que podemos amar e sermos amados.
.
Você me mostrou o céu, o mar, as estrelas.
Fez com que eu percebesse que o mundo é maravilhoso.
Meu mundo estava incompleto sem você.
Faltava-me o ar
Faltava-me o sorriso
Faltava-me o sentir…
Agora não falta nada
Você chegou
.

Mudanças…


.
Porque as coisas imutáveis são chatas, insossas.
.
É preciso mudar. Mudar o cabelo, as roupas, o estilo, as cores das paredes, o carro, a opinião. O ser humano é perfeitamente mutável. E porque não eu?
Se eu mudei? Digamos que eu esteja em processo de mudança. Sei que ainda tenho muito para mudar, mas sei também que estou no caminho certo.
.
E as mudanças não param por aí. Mudo o visual e mudo também o meu casulo, minha casa. Sim, estou de mudança. Ainda não sei bem quando, mas sei que será logo. E essa mudança vai ser crucial para as outras mudanças da minha vida tomarem o rumo certo.
.
É agora ou nunca!
.

“Like a river I’m flowing
And there’s no way of knowing
If I’m coming or going
I need something to chain me down
But it don’t matter
My eyes have seen…
For better
Out of blue comes green”

A-ha – Out of blue comes green